Carta da Terra

"Estamos diante de um momento crítico na história da Terra, numa época em que a humanidade deve escolher o seu futuro. À medida que o mundo torna-se cada vez mais interdependente e frágil, o futuro enfrenta, ao mesmo tempo, grandes perigos e grandes promessas. Para seguir adiante, devemos reconhecer que, no meio da uma magnífica diversidade de culturas e formas de vida, somos uma família humana e uma comunidade terrestre com um destino comum. Devemos somar forças para gerar uma sociedade sustentável global baseada no respeito pela natureza, nos direitos humanos universais, na justiça econômica e numa cultura da paz. Para chegar a este propósito, é imperativo que nós, os povos da Terra, declaremos nossa responsabilidade uns para com os outros, com a grande comunidade da vida, e com as futuras gerações." (da CARTA DA TERRA)

"Estória das Coisas"...de onde vem e para onde vão. Eis a questão!

A Estória das Coisas é um filme sobre um cotidiano que não percebemos.
Trata sobre o consumo dos produtos que estão em nosso dia a dia.
Por meio de um discursso informal mostra de forma clara e objetiva a origem, como são produzidos, como consumimos e para onde vão os produtos depois que os utilizamos.
Uma visão realista sobre o comportamento da sociedade de consumo.

O filme foi feito por Annie Leonard, especialista em Sustentabilidade.
Vale a pena ver!

video
O filme " Estória das Coisas" está disponível no youtube.

Quanto se gasta de água para se fazer...

Voce já parou para pensar na quantidade de água que é utilizada para fabricar algumas das coisas que normalmente consumimos?
Veja a tabela ao lado.
É no minimo surpreendente!

Acesse o link abaixo e leia mais.

Água!!! Em breve faltará no seu País.


Sim, vai faltar água amanhã se voce não fizer nada hoje !!!!

Nós todos sabemos que podemos contribuir economizando água já a partir de dentro de nossa casa.

"Mãos á Obra" á partir de hoje!
Será bom para o planeta e bom para o seu bolso. Acredite!

Veja as tabelas abaixo:






































fonte:
http://www.planetaorganico.com.br/trabmario-anexo.pdf

No ritmo de consumo atual, os paises que estão em azul no gráfico abaixo não permanecerão muito tempo no azul. Concorda?
Voce pode imaginar o que pode acontecer daqui a 30 anos? Estudos apontam que populações inteiras (dezenas de milhões de pessoas) se deslocarão pelo planeta a procura de alimento e/ou água ainda neste século.

"Clean water supplies and sanitation remain major problems in many parts of the world, with 20% of the global population lacking access to safe drinking water. Around 1.1 billion people globally do not have access to improved water supply sources, while 2.4 billion people do not have access to any type of improved sanitation facility. About 2 million people die every year due to water-borne diseases from faecal pollution of surface waters; most of them are children less than five years of age. A wide variety of human activities also affect the coastal and marine environment. Population pressures, increasing demand for space and resources, and poor economic performance can all undermine the sustainable use of our oceans and coastal areas".

Visite o site abaixo e veja o estudo:
www.unep.org/dewa/vitalwater/article186.html


Sustentabilidade! Afinal, o que isto significa?

 por Laércio Bruno Filho

Mais do que nunca a mídia está nos trazendo a todo o momento informações sobre aquecimento global, gases que provocam o efeito estufa, esgotamento dos recursos naturais do planeta, vazamentos de óleo, desmatamento das florestas; cenas de um futuro nada animador


Questões como preservação do planeta são de abrangência coletiva e envolve o nosso futuro e o das próximas gerações.E por serem mais recentes e complexas não estamos habituados ainda a refletir e discutir em nossas conversas rotineiras.


Assim, com o intuito de provocar a discussão e levar à reflexão vou sugerir um tema o qual vejo como um dos mais críticos e impactantes quando tratamos de preservação da vida no planeta e garantia de que existam recursos naturais para que as futuras gerações, nossos filhos e netos, possam viver com dignidade,qualidade e segurança.


Trata-se do Consumo Sustentável ou Consumo Consciente.


Alguns estudos recentes elaborados por instituições acreditadas apontam que já hoje a humanidade demanda 2,5 planetas Terra para que continue a se alimentar,beber e consumir produtos como no atual modelo.


Para termos uma boa noção destes números gosto de exemplificar assim : levamos 300 mil anos para chegarmos á uma população de 2,,5 bilhões de pessoas em 1950. E de lá para os dias de hoje, nos tornamos mais de 6,7 bilhões de seres humanos, todos consumindo. Portanto em apenas 60 anos a população mundial mais que dobrou. Não é á toa que o planeta aqueceu.


Estamos falando de Pegada Ecológica...assim é conhecido este índice que aponta o desgaste do planeta para sustentar o modo de vida da atual civilização(para saber mais você pode procurar na web por Footprint ou no site www.wwf.org.br/pegadaecologica)


Para exercício de raciocínio e reflexão vamos considerar que apenas uma considerável porção da população do mundo chamado de “economicamente emergente”, formada pelos chineses e os indianos desejem todos, por exemplo, possuir um automóvel, uma geladeira, um forno de microondas, ou viajar de avião, ou ainda comer carne. Anseios, originais e meritórios, que representam apenas alguns itens ordinários de consumo e conforto no mundo contemporâneo de poder aquisitivo mediano.


Vamos discorrer de uma forma bastante simples sobre os impactos ambientais que seriam gerados para atender esta demanda:


1-Aumento da necessidade de combustível fóssil. Desde a extração e refino para produzir gasolina, óleo diesel ou querosene de aviação para operação dos automóveis e aeronaves. Impacto: aumento das emissões de gases efeito estufa (gee) e por conseqüência do aquecimento global.


2- Crescimento da extração do minério para fabricação do aço necessário para a manufatura dos bens. Impacto: aumento da degradação do solo,rios e lagos, desmatamento, crescimento do consumo de energia e maior emissão de gee além de outros poluentes na atmosfera e nos rios e oceanos.


3- Incremento na demanda de energia para operação dos equipamentos de produção de bens duráveis e de consumo. Impacto: crescimento das emissões de gee por conta da maior utilização do combustível fóssil pelo alagamento de novas áreas, hoje florestadas, para produção de mais energia hidrológica; aumento de resíduos tóxico e nucleares utilizados para geração.


4- Aumento da demanda em toda a cadeia da matéria -prima e insumos primários e secundários para a manufatura, logística de entrega e emprego de componentes agregados como papel, plástico,aço. Impacto: superexploração dos recursos naturais e maior exposição dos biomas ao risco de exaustão e extinção


5- Aumento na demanda por alimentos. Impacto: crescimento do desmatamento para atividade agropecuária, exaustão dos aqüíferos com métodos inadequados de irrigação.


Existem muitos outros mais, apenas citamos alguns...


Preservar o planeta, e quem vive nele , de forma digna garantindo recursos naturais,culturais,econômicos e sociais para assegurar a continuidade de vida para gerações futuras,passa sobretudo por uma profunda e extensa reavaliação de como nós da geração atual vivemos e consumimos aquilo que precisamos para o ” hoje” e como pretendemos que o façam no futuro.


Já mapeamos boa parte dos limites fronteiriços à sobrevivência da humanidade. Já sabemos quais são e onde estão.


Resta saber como nós iremos viver com eles e como vamos educar nossos filhos para que possam conviver de forma harmoniosa dentro destes limites.


Em tempo... a definição formal de sustentabilidade, adotada pela ONU, e de acordo com o Relatório de Brundtland (1987), diz que Sustentabilidade é: "suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprir as suas".










Informação & Conhecimento